Home » » A ação comunicativa na formação de professores da modalidade educação à distância

A ação comunicativa na formação de professores da modalidade educação à distância

A presente dissertação resulta de uma pesquisa teórico-empírica e tem como propósito, à luz dos pressupostos da Teoria da Ação Comunicativa de Jürgen Habermas identificar, interpretar e compreender a racionalidade que permeia a formação docente nos Cursos de Pedagogia a Distância (EaD), bem como, apresentar argumentos para a construção de uma outra racionalidade com vistas a uma nova identidade pedagógica centrada na razão comunicativa.

Buscamos, num primeiro momento situar e tematizar o problema da pesquisa, apresentando uma pequena noção de racionalidade e construímos alguns princípios para uma mudança de racionalidade na Educação a Distância. Num segundo momento, com apoio da hermenêutica, como conteúdo e caminho metodológico, procuramos compreender as interatividades e conexões dinâmicas entre a Filosofia e a Pedagogia. 

Na sequência, fizemos uma breve contextualização histórica das políticas de formação de professores em Educação a Distância abordando o histórico da EaD, a reforma educacional de 1990, bem como um estudo da legislação que ampara essa modalidade de ensino. Em consequência disso, a seguir, abordamos a formação de professores em EaD demonstrando como e porque se faz necessário repensar os caminhos da Educação a Distância. 

A análise realizada evidencia que os Cursos de Pedagogia a Distância, das duas instituições pesquisadas, analisadas sob os dois padrões de racionalidade – o paradigma da subjetividade moderna e o paradigma da razão comunicativa – embora adotem uma linha crítica em relação às premissas da modernidade, ainda permanecem sustentados pelos seus pressupostos. Ao encerrar a pesquisa, nosso desafio consistiu em lançar um olhar perspectivo, apontando razões para uma possível (re)fundamentação da Pedagogia a Distância; uma Pedagogia a Distância que se inspira na Filosofia da intersubjetividade e que, pelo exercício argumentativo da linguagem em forma de razão comunicativa e processual, busca a unidade na multiplicidade das vozes e promove a interlocução de saberes.

Para acessar o conteúdo clique Aqui!
BlogdoJSilva. Tecnologia do Blogger.